fbpx

No romance, a Saída Para a Crise das Democracias

16 de setembro de 2019

 

O jornalista Carlos Marcelo, autor do romance policial “Presos no Paraíso” postou em seu perfil no Instagram uma frase que inspirou o Mondolivro, de Afonso Borges, na Rádio BandNewsBH.

 

Trata-se da declaração do autor Gary Shteyngart, autor de “Lake Sucess” (Todavia) em entrevista para o jornal  “O Globo”. Leiam:

 

O autor só vê uma saída para a crise das democracias:

 

– Leia um romance! Toda vez que o fazemos , entramos na consciência de outro ser humano e alongamos nossos músculos de empatia. Ler um romance não parece um ato com capacidade para mudar o mundo, mas eu acredito que seja.

 

Sobre a frase, Carlos Marcelo acrescenta que “o romance ainda é um dos mais eficientes exercícios de empatia inventados pela humanidade. Tira a gente do próprio umbigo e nos faz escutar outras vozes. Em tempos de preocupante e crescente desumanização, é um poderoso antídoto.”

 

Ouçam o podcast teclando nas seguintes plataformas:

 

SoundCloud

Spotify

Apple Podcast

CastBox

 

E o #MondolivroIndica dois livros, hoje:

 

“O Pêndulo da Democracia”, de Leonardo Avritzer, editado pela Todavia e “Código Aberto – Autobiografia Colaborativa”, de Flávio Paiva, editado pela Cortez.