fbpx

José Eduardo Agualusa fala sobre “O Terrorista Elegante e Outras Histórias” no Sempre Um Papo

2 de maio de 2019

José Eduardo Agualusa fala sobre “O Terrorista Elegante e Outras Histórias” no Sempre Um Papo

O angolano José Eduardo Agualusa, que está entre os escritores mais relevantes da língua portuguesa, é o convidado do Sempre Um Papo e do Sesc 24 de maio para o debate e o lançamento do livro “O Terrorista Elegante e Outras Histórias” (Planeta Brasil), primeiro trabalho escrito em parceria com o autor moçambicano, Mia Couto. O livro nasceu da amizade da dupla e reúne três contos baseados em peças de teatro escritas pelos autores. A obra traz, também, uma entrevista com Mia e Agualusa, realizada por Anabela Mota Ribeiro e publicada no jornal português Público. O encontro será no dia 18 de junho, terça-feira, às 19h30, na rua 24 de Maio,109, Centro (SP), com entrada gratuita.

Os três contos refletem a grande habilidade dos autores como contistas, e trazem à tona a poesia, a fina ironia e a sabedoria intrínseca sempre presentes na produção dos dois escritores. Em “O Terrorista Elegante e Outras Histórias, primeiro conto do livro, um angolano é preso em Lisboa por suspeita de ligação com grupos terroristas. Durante o interrogatório na prisão, o homem, por sua vez, confunde os agentes com histórias que não coincidem com a de um criminoso, e conquista os três policiais levando-os a refletirem sobre suas próprias vidas. Com muito humor, o conto “Chovem Amores na Rua do Matador” apresenta um protagonista que volta à cidade de seu passado, Xigovia, para se vingar das três mulheres que chegou a amar. As ex-mulheres entram em cena no conto, se apresentam e contam cada uma a sua versão da história de amor vivida com Baltazar Fortuna. No terceiro conto, “A Caixa Preta”, a invasão de um intruso mascarado à casa de duas mulheres leva pessoas de gerações diferentes da família a enfrentarem seus medos e os segredos mais bem guardados. É senso comum que a literatura é um ofício que se exerce na solidão. Os autores, no entanto, passaram “dias, sentados à mesma mesa, cada um diante de um computador, rindo, brincando e apostando na negação da ideia de que a criação literária é sempre um ato profundamente solitário”, afirmam, na nota final da obra.

José Eduardo Agualusa nasceu em Huambo, Angola, em 1960. Estudou Silvicultura e Agronomia em Lisboa, Portugal. Escreve crônicas para o jornal O globo. Já teve seus livros traduzidos para 30 idiomas. Pelo selo Tusquets da Editora Planeta, publicou “A Sociedade dos Sonhadores Involuntários” e “O Vendedor de Passados”, pelo qual venceu o Independent Foreign Fiction Awards. Em 2017, ganhou o International Dublin Literary Award pela edição em língua inglesa de “Teoria Geral do Esquecimento”, também finalista do Man Booker International Prize.
 
Serviço:
Sempre um Papo com José Eduardo Agualusa
Dia 18 de junho de 2019, terça-feira, às 19h30, no Sesc 24 de Maio
Rua 24 de Maio, 109, Centro (SP)
ENTRADA GRATUITA
Informações: (11) 3350-6300 – www.sempreumpapo.com.br

Informações para a imprensa:
31 992046367 / jozane@sempreumpapo.com.br