fbpx

O fim da mineração e o Dia da Poesia, por Marina Colasanti

22 de março de 2019

   

No #DiaMundialdaÁgua, o tempo é de reflexão: depois dos crimes das barragens de #Mariana e #Brumadinho, a mineração predatória, que mata os rios tem que acabar! A sugestão de Afonso Borges é fazer a transição da economia mineral que destrói a natureza para a Economia Criativa, setor que mais cresce no País nos últimos 10 anos. O triângulo Cultura x Turismo x Patrimônio Histórico pode mudar a face de Minas Gerais. E gerar os empregos e impostos "perdidos" com o fechamento anunciado das minas da Vale.

   

E pelo #DiaMundialdaPoesia, Afonso Borges lê um poema que Marina Colasanti mandou de presente para o Mondolivro. Ouçam o podcast na Rádio BandNews FM Bhz  clicando AQUI.

   

E o #MondolivroIndica "Mário & Alceu", no qual Leandro Garcia relata as décadas de correspondências entre Mario de Andrade e Alceu de Amoroso Lima.