fbpx

O intenso cardápio de eventos em BH e outras notícias

10 de dezembro de 2018

A intensa programação literária de BH é a pauta do Mondolivro de hoje. No rol de atrações, Marília Pires e Rita Davis, lançaram “Gratifica-se a quem me encontrar”; dia 11, homenagem aos 90 anos de Affonso Ávila, no Sesc Palladium, com o ator Arildo de Barros falando poemas; hoje, dia 10, Mara Mancini lança “Agripa Vasconcelos – Do Poeta a Romancista de Minas Gerais” na Academia Mineira de Letras; José Maria Rabêlo, no BDMG Cultural (Rua da Bahia, 1.600), lança o livro História Geral de Minas, escrito em parceira com João Antônio de Paula, Fernando Correia Dias e Ricardo de Moura Faria; Márcia Clementino Nunes, lança “Festa do Rosário do Serro”, no dia 11, na Biblioteca Pública Estadual; e o querido Lindolfo Paoliello convida para o lançamento do livro “Prestígio”, no dia 11, na AC Minas.

Ainda: a reportagem “História Vulnerável: a Memória Brasileira em Risco”, a matéria ficou em 1° lugar na categoria rádio do Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros, que contou com quase 800 reportagens inscritas de todo país. A reportagem de Mardelio Couto e Ana Luiza Bongiovani com a participação de Ike Yagelovick fez um raio-x sobre a situação de segurança dos principais museus públicos do país, mostrou os problemas de infraestrutura dos edifícios e apontou uma dura realidade: ao contrário dos grandes museus do mundo, os maiores museus públicos do país não tem seguros de seus prédios e de seus acervos

E, para terminar, a fala de Fernanda Montenegro sobre a Lei Rouanet: “não somos corruptos”.

A dica de livro é o “Haicais Tropicais”, organizado por Rodolfo Guttilla, editado pela Companhia das Letras.

Para ouvir, só teclar AQUI.