fbpx

Sempre Um Papo e Sesc Santo André recebem Xico Sá

26 de fevereiro de 2019

O jornalista e escritor Xico Sá é o convidado do Sempre Um Papo e do Sesc Santo André para falar sobre o tema “Crônica, Poesia e Futebol” e para lançar “Sertão Japão” (Ed. Casa de Irene). Com o livro, o autor retorna à sua origem de poeta da geração mimeógrafo dos anos 1970/80 e publica essa obra de haikais que reflete sobre as semelhanças reais, fictícias e imaginárias entre o Nordeste brasileiro e o mundo oriental. O evento será no dia 24 de abril, quarta-feira, às 20h, com entrada gratuita, no Sesc Santo André (Rua Tamarutaca, 302, Vila Guiomar).

No livro, Xico Sá faz uma viagem literária do Sertão ao Japão. “O nordestino que se torna mestre na culinária japonesa de São Paulo foi o estalo inicial dessa viagem poética”, diz o autor. “O livro explora as semelhanças entre samurais e cangaceiros, as paisagens das montanhas orientais e o deserto do semiárido, além de revelar flagrantes das estações do ano nos dois universos”.

Do balcão do Kintaro, boteco japonês do bairro da Liberdade, SP, Xico avista o sol nascente do seu Cariri natal. Na mesma freguesia paulistana, encontra Bashô –poeta japonês do século XVII— sob o disfarce de sapo no Largo da Pólvora. No livro, Xico Sá compara as “belas adormecidas” do clássico do escritor japonês Yasunari Kawabata com as putas “insones e chapadas” dos cabarés do interior do Nordeste. E o autor cearense segue traçando outros vários paralelos fantasiosos, como o encontro amoroso entre os dinossauros da Paraíba e o monstro moderno Godzilla. Militante do movimento da poesia marginal ou mimeógrafo no Recife, cidade onde viveu a juventude, o autor publica “Sertão Japão” pela Casa de Irene edições, um selo independente criado por ele e Larissa Zylbersztajn. O nome é uma homenagem à filha dos dois. A obra tem ilustrações da artista paulistana Thais Ueda e xilogravuras do cearense José Lourenço, diretor da Lira Nordestina, a mais importante oficina de cordel do Brasil.

Preço sugerido do livro: R$ 26,00

Xico Sá nasceu em Crato, Ceará, jornalista e escritor, cresceu no Recife. Boêmio convicto, é dono de um estilo cáustico e bem-humorado. É autor de “A Divina Comédia da Fama” (2004), “Big Jato” (2012), “Os Machões Dançaram” (2015), entre outros. Foi colunista do jornal Folha de S. Paulo, no qual mantinha um blog diário no site folha.com. Fez parte da bancada do programa Cartão Verde, da TV Cultura, junto com o jornalista Victor Birner, o apresentador Vladir Lemos e o ex-futebolista Sócrates. Integrou também parte da bancada do Saia Justa (GNT) GNT. Participou do programa Amor e Sexo (Rede Globo). Fez parte do programa Papo de Segunda (GNT), além de contribuir semanalmente com uma coluna na edição brasileira do jornal El Pais.

Serviço: Sempre Um Papo com Xico Sá
Dia: 24 de abril, quarta-feira, às 20h
Local: Sesc Santo André – Rua Tamarutaca, 302, Vila Guiomar, Santo André/SP
Informações: (11) 44691200 – www.sempreumpapo.com.br

Informações para a imprensa:
Jozane Faleiro – jozane@sempreumpapo.com.br – 31 35676714/ 992046367