fbpx

Vivemos a época da gentileza e da solidariedade

17 de abril de 2020

 

No Podcast de hoje, Afonso Borges fala sobre a época que vivemos e as ações de gentileza e solidariedade. Na foto, pessoas que receberam uma cesta básica com um livro, em uma iniciativa do #EspalheCestas.

 

É um artigo escrito em homenagem ao arquiteto e poeta Gustavo Penna, que hoje comemora 70 anos.

 

Ouçam o Mondolivro, na Rádio BandNews Bhz, teclando nas plataformas abaixo:

 

SoundCloud

Spotify

CastBox

Apple Podcast

 

 

Aqui, o texto:

 

Vivemos a época da gentileza, da solidariedade.

 

Para Gustavo Penna

 

As editoras liberaram gratuitamente pdfs de grande parte do seu catálogo para serem baixados na forma de ebooks,

 

Pessoas se juntam em grupos de ajuda humanitária para doarem cestas básicas – a maioria delas incluindo um livro

 

 

Até uma grande corporação, o Itaú, banco que sempre fez a diferença no trato com a Cultura, doou um bilhão de reais para ser  distribuído em ações relacionadas ao Covid-19

 

No Youtube, milhares de músicos, escritores e produtores de conteúdo liberaram suas obras para consumo gratuito.

 

Nas redes sociais, em especial, o whatsapp, o cuidado nunca foi tão importante. Junto ao costumeiro bom dia, vem sempre as perguntas:

 

– Como você está? E sua família? Vocês estão em casa, seguros e protegidos? E sua mãe, e seu pai?

 

Vivemos a época da gentileza e da solidariedade.

 

E vamos sair desta com muito mais atenção ao cuidado, à necessidade do abraço, à importância do carinho.

 

Vou além: vamos sair desta conscientes da necessidade do isolamento a que estamos submetidos compulsoriamente.

 

No futuro, a concentração, a meditação e o recolhimento serão parte integrante da nossa consciência.

 

Neste contexto, a palavra escrita tem um valor imenso. Nunca se escreveu e nunca se leu tanto na história da humanidade.

 

Seja pelos aparelhos digitais, como celulares e computadores, ou pelos meios analógicos.

 

Nunca o livro teve tanto valor como agora. Livro lido e relido, como os clássicos, ou até mesmo o que estão sendo escritos, em função do recolhimento, em função do olhar para dentro.

 

Vivemos a época da gentileza e da solidariedade.

 

E o segredo é mantê-los, a gentileza e a solidariedade, ao nosso lado na nossa vida, quando tudo isso passar.

 

Porque, sempre, tudo passa.