fbpx

Evandro Ferreira fala do Fliaraxá e do Dia do Livro

29 de outubro de 2020

 

Em homenagem ao Dia do Livro, pedimos ao escritor Evandro Affonso Ferreira uma fala bem ao seu estilo, entre o gongórico e o rococó. Ficou lindo! Ao mesmo tempo, também a pedidos, o querido Marcelino Freire fez uma brevíssima apresentação do autor de “Não Tive Nenhum Prazer em Conhecê-los”, “O Mendigo que Sabia de Cor os Adágios de Erasmo de Rotterdam”, entre outros. Aqui segue:

 

“Evandro Affonso Ferreira é um dos mais escritores que nós temos. Um dos maiores e melhores de nossa língua. Um criador de linguagem. Ele recupera os sons de nossas gramáticas. Constrói a própria gramática. Tem seus próprios dicionários. Ele reativa o amor pela palavra. Tudo ali no osso. No tutano. Compõe personagens errantes entre as frases, cheios de oralidade e de verdade. Evandro é um clássico vivo. Uma inspiração constante para o meu trabalho.” (Marcelino Freire)

 

O post Evandro Ferreira fala do Fliaraxá e do Dia do Livro apareceu primeiro em IX Festival Literário de Araxá.